Buscar

Conheça os diferentes tipos de mídia e descubra em qual deve investir

Qual o tipo de comunicação devo investir? Com certeza essa é uma dúvida que paira a cabeça de muitos empreendedores. Seja por questão financeira ou desconhecimento, muitos acabam apostando em estratégias que não geram o retorno desejado. Se você já trabalhou com marketing digital ou tem uma empresa que investe em comunicação provavelmente já ouviu falar em mídia paga, espontânea e proprietária. Mas, talvez não sabe muito bem em como aplicá- las. Os três tipos de mídia ajudam a divulgar as marcas e empresas. Mas, cada uma possui suas particularidades. É importante entender como funcionam para que possa escolher a melhor opção para o seu negócio.


- Mídia Paga: Vamos começar pela mais conhecida. A mídia paga é tradicionalmente caracterizada pela propaganda. A empresa simplesmente compra um determinado espaço publicitário e faz uso dele. Você pode usar para anunciar uma promoção ou um sorteio da sua loja, por exemplo. É indicada para ações pontuais. Além de espaços publicitários em veículos de comunicação, hoje, com a chegada das redes sociais, também pode ser entendida como um impulsionamento ou anúncio nas redes sociais. Mas lembre-se: Tenha um objetivo em mente antes de sair gastando o seu dinheiro em publicidades que no final podem trazer mais gastos do que retornos. Trace uma estratégia. -Mídia Proprietária: Esse tipo de mídia é a comunicação feita por uma empresa em seus próprios canais. Publicar um texto no blog da sua empresa significa fazer mídia proprietária, por exemplo. É uma estratégia muito conhecida para quem investe em marketing de conteúdo. Além promover um tráfego em espaços particulares da empresa, são conteúdos que trazem autoridade. Além de sites e blogs, caracteriza-se como mídia proprietária divulgações feitas por e-mails e redes sociais. Uma das principais vantagens dessa estratégia é o controle total da mensagem transmitida e o baixo custo. Mas, lembre-se: esse conteúdo chegará apenas ao público que já tem conhecimento da sua empresa. -Espontânea: É aquela conquistada através de um trabalho de assessoria de imprensa. São espaços conquistados por marcas em veículos ou canais de comunicação sem que haja recompensa financeira. Esse tipo de material tem como foco a construção da credibilidade do seu negócio. Talvez agora você pode estar se perguntando: por que um veículo iria falar sobre a minha empresa, sem receber nada em troca? A resposta é simples: porque ela é interessante para um determinado público e gera valor notícia através de suas ações. Essa ação estratégica pode ainda ser classificada em três tipos: Mídia Proativa – Quando a assessoria de imprensa conquista uma publicação para seu cliente nos veículos de comunicação e o resultado surgiu 100% de uma ação da agência. Mídia Reativa – Quando o resultado é replicado em outros canais de comunicação. Publicações em agências de notícias, como Agência Estado, a qual pauta muitos outros veículos. Mídia Espontânea – Esse tipo de resultado acontece quando uma empresa faz um trabalho de relacionamento com a imprensa há muito tempo. Normalmente, documentos técnicos e pesquisas gerados por empresas são utilizados como forma de consulta e embasamento para matérias jornalísticas, podendo ou não ser gerar um contato direto com a equipe de assessoria de imprensa ou com a empresa em questão. É importante entender as vantagens e desvantagens de cada uma dessas estratégias de comunicação para que você possa optar pelo melhor caminho e ter resultados de acordo com o objetivo da sua empresa. Uma comunicação assertiva é aquela que o seu investimento valeu a pena e gerou resultados.


Ficou com dúvida? Fala pra gente!


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo